Salvo as falas do ex-presidente Lula é perturbador o silêncio de todos os demais candidatos sobre a FOME.

É como se simplesmente não existissem 20 milhões de brasileiro que não comem e 116 milhões que comem menos do que precisam.

Na vida de uma família, muita coisa pode esperar. Se a grana aperta, a festinha de aniversário do filho pode ficar pro ano seguinte, uma lembrancinha pra esposa ou pro marido também pode, uma camisa nova para o trabalho idem, mas um prato de comida na mesa, NÃO!

A fome não pode esperar porque para a fome não existe amanhã!

É hora de uma grande mobilização nacional contra essa mazela.

A sensibilidade do ex-presidente para as dores reais do povo mais pobre contrastando com a absoluta insensibilidade dos demais, talvez explique as pesquisas de intenção de votos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.